top of page
  • Foto do escritorBrasil Cotidiano

Funil de recrutamento e seleção oferece estratégias eficientes para encontrar o profissional ideal



Conceito pode facilitar a busca por pessoas candidatas e simplificar os processos realizados pelos recrutadores, possibilitando uma maior assertividade na execução de todas as etapas


Crédito da foto: Assessoria de imprensa

No processo de recrutamento e seleção de profissionais, o funil representa não apenas uma metáfora, mas uma estrutura vital para as organizações que almejam o sucesso nas contratações. A busca por pessoas candidatas começa com a atração e se desdobra em uma jornada complexa, onde cada etapa desempenha um papel crucial.


No entanto, essa não é uma ferramenta isolada no universo corporativo. Ao observar mais de perto, é possível identificar um elo entre o funil de recrutamento e seleção e o funil de marketing e vendas. Ambos compartilham o mesmo princípio fundamental: a progressão gradual de prospectos, seja de clientes ou candidatos, por diversas etapas antes de atingirem a conversão final.


Por isso, torna-se fundamental adotar estratégias inovadoras e técnicas aprimoradas que não apenas refinem o processo de recrutamento, mas também garantam que as empresas possam encontrar talentos que se alinhem perfeitamente às suas metas e valores.


De acordo com Thaisa Batista, graduada em Administração de Empresas pela UFPR e fundadora da abler, startup que tem o propósito de conectar empresas e pessoas candidatas, o funil de recrutamento e seleção foi inspirado no funil de vendas e marketing. “É uma forma de visualizar o andamento do processo de recrutamento e seleção de acordo com macroetapas. Entre cada uma dessas etapas, é possível realizar algumas análises, como a taxa de conversão, para entender qual estágio apresenta um maior gargalo. Assim, é possível perceber o que pode ser otimizado e onde existe uma demanda maior de recursos no sentido de capacidade operacional, tecnologia ou outros pontos de grande importância”, revela.

A especialista afirma que existem duas fases que podem ser divididas de acordo com cada processo de recrutamento e seleção. “A primeira é a atração, na qual as candidaturas são acolhidas. Essa etapa pode acontecer por meio de divulgações, anúncios e patrocinados, pulverizando a vaga em vários canais e, a partir dessa divulgação, converter as candidaturas. É possível também utilizar hubs para pesquisar ativamente perfis específicos e convidar essas pessoas para o processo de recrutamento e seleção”, declara.


Após esse primeiro passo, vem a etapa de seleção, quando o recrutador vai validar se as pessoas que se candidataram possuem os requisitos mínimos obrigatórios para executar a função e, então, dar sequência às fases mais específicas do processo, como a entrevista e os testes. “Após essas fases, é possível realizar a oferta às pessoas candidatas desejadas para as vagas disponíveis. Esses passos irão medir a quantidade de pessoas que avançam em cada uma das etapas e, com base nas taxas de conversão, é possível perceber qual estágio está trazendo a maior restrição de profissionais na busca pela pessoa ideal”, pontua.


Segundo Thaisa, o processo de recrutamento e seleção pode ser comparado a uma venda, quando o recrutador deve mostrar que a empresa e a oportunidade oferecida são de grande valor para as pessoas candidatas. “Trabalhar o processo de R&S com essa visão mais comercial faz com que o responsável pela seleção tenha apreço em conquistar a pessoa candidata ideal. Desde as primeiras etapas de planejamento, é possível ter uma comparação com o processo de criação de um perfil ideal. A partir disso, conseguimos entender em quais canais essas pessoas estão consumindo conteúdo para, então, construir um anúncio que consiga atingir diretamente esses profissionais”, relata.


A fundadora da abler acredita que, dessa maneira, é possível entender quais são os pontos que essas pessoas mais valorizam. “Seja a pretensão salarial, os benefícios ou até mesmo os requisitos comportamentais e técnicos que elas precisam entregar. Com isso, esse match entre a pessoa candidata ideal e a posição disponível torna-se mais simples”, revela.


Para ter mais velocidade no funil de recrutamento e seleção, é preciso entender a importância de um planejamento bem executado. “É fundamental ter uma boa construção de perfil, entender os requisitos obrigatórios e desejáveis, saber como está o mercado para a posição em relação a benefícios e salários, além de compreender como a oferta pode fortalecer a marca empregadora ao longo do processo de recrutamento e seleção. Além de possibilitar um ganho de velocidade, o planejamento vai evitar retrabalhos e determinar quais serão as etapas desse funil, como análise de requisitos e a definição das perguntas realizadas durante as entrevistas. Essa é uma prática imprescindível para qualquer processo de recrutamento e seleção”, alerta.


Por fim, para ter mais velocidade nesse processo que envolve um volume significativo de pessoas, é importante contar com a tecnologia. “Ter um sistema que ajude a organizar e automatizar todas essas etapas é fundamental. A abler, por exemplo, ajuda a pulverizar as vagas em diversos portais, atingindo mais canais, atraindo um número ainda maior de pessoas candidatas e trazendo um ganho significativo em termos de velocidade”, pontua.


As etapas seguintes também são beneficiadas pela solução da startup. “O ATS possibilita uma triagem semiautomática de pessoas candidatas, recomendando profissionais que se aproximam do perfil desejado com base nos requisitos cadastrados. A plataforma também facilita a aplicação de testes e a comunicação com os profissionais, simplificando os processos realizados pelos recrutadores e possibilitando uma maior assertividade na execução das etapas”, finaliza.


Sobre a abler


Por quase dez anos, os fundadores atuaram no setor de recursos humanos. Essa bagagem trouxe experiências, vivências e principalmente, um olhar tecnológico sobre as dores do setor. No ano de 2016, a inconformidade com as necessidades da área de RH os impulsionou a iniciar a criação da abler, desenhando um software de recrutamento e seleção olhando para as maiores dores da área. Nestes quatro anos, a abler já conquistou mais de 2 mil profissionais de RH, que utilizam a solução para otimizar o seu Recrutamento e Seleção por todo o Brasil e mais de 110 mil vagas já foram fechadas através da plataforma, resultando em um tempo médio de 15 dias para o fechamento de vagas. Hoje, o software disponibiliza um banco de talentos mais completo, sendo mais de 6 milhões de profissionais cadastrados. Para mais informações, acesse o site



Sobre Thaisa Batista


Graduada em Administração de Empresas pela UFPR, possui MBA em Gestão Empresarial pela UTFPR e atua no planejamento, controle e gestão de equipes em projetos e processos de Recrutamento e Seleção há oito anos. Curiosa por soluções que pudessem otimizar a produtividade de selecionadores e melhorar a experiência de candidatos, fundou a abler para ajudar a desenvolver o mercado de R&S, trazendo agilidade e efetividade nos processos seletivos.



Por assessoria de imprensa

bottom of page