top of page
  • Foto do escritorBrasil Cotidiano

Golpes de pirâmides financeiras: 5 conselhos para evitar cair neles

Por Henrique Chagas, Gerente Sênior de Prevenção de Fraude de Bitso


Crédito da foto: Assessoria de imprensa

A maioria das ofertas que prometem altos e rápidos rendimentos estão relacionadas a golpes. Muitas delas são baseadas em esquemas de pirâmide que pagam a quem investiu primeiro com o dinheiro das pessoas que entram depois. Por essa razão, antes de investir, é necessário saber como reconhecer negócios sérios para proteger o nosso patrimônio.


Na década de 1920, surgiu o termo “esquema Ponzi”, fruto do golpe que tornou Carlo Ponzi um milionário em poucos meses e pelo qual foi sentenciado à prisão. Ele percebeu que se o valor a ser investido diminuísse, aumentavam as chances de atrair mais pessoas. Além disso, ao prometer benefícios a quem se juntasse a outros investidores, conseguia convencer as pessoas a fazer parte do esquema.


Como na Bitso este tema é de alta relevância, elenquei cinco conselhos para identificar esses esquemas fraudulentos e evitar cair neles:



  • Contato inesperado nas redes sociais: Por meio dessas plataformas é comum encontrar histórias de pessoas que são contactadas por antigos companheiros de escola, amizades da infância ou completos desconhecidos, que oferecem grandes rendimentos para seu dinheiro. Igual ao Ponzi, muitas vezes convidam a pessoa a experimentar com apenas uma pequena quantia que gera um retorno elevado para gerar confiança e incentivá-la a aumentar o investimento e depois sumir com esse dinheiro.


  • Promessas de rendimentos fixos: Quem tem uma maior experiência sabe que os investimentos não têm um lucro fixo, e que maiores rendimentos implicam em um risco maior ou volatilidade - o que se aplica não somente para criptomoedas como para qualquer ativo ou moeda. As promessas de rendimentos determinados ou estáveis podem ser vistas como indício de alguma fraude.


  • Websites confusos e sem fundamento: É importante saber o que está acontecendo com o dinheiro que investimos e de onde vêm os ganhos prometidos. Se a informação não está disponível ou parece confusa, isso também pode ser visto como um sinal de alerta.


  • Convidar outras pessoas para participar como requisito: Se o investimento te força a convidar outras pessoas para aproveitar a “oportunidade” ou formar uma rede, o mais provável é que esteja construindo uma pirâmide que logo será insustentável.


  • Solicitação de pagamentos adicionais para retirada de ativos: Da mesma forma, devemos ter cuidado com a solicitação de novos pagamentos para poder sacar os rendimentos ou seu próprio investimento.


Os investimentos com criptomoedas, feitos por meio de plataformas reguladas como a Bitso, podem ajudar as pessoas a diversificar suas carteiras ao buscar opções que se ajustem às suas necessidades, ao invés de cair nesses esquemas duvidosos de alto rendimento. Além disso, é importante pesquisar sobre o comportamento das criptomoedas e ser consciente dos riscos de investir em qualquer ativo para poder tomar decisões informadas de acordo com suas metas pessoais. Os esquemas piramidais existem há muito tempo, com estratégias de engenharia social cada vez mais sofisticadas para atrair vítimas. Por isso, é fundamental estar preparado para evitar que mais pessoas ponham em risco seu patrimônio com a promessa de retornos garantidos.




Por assessoria de imprensa

bottom of page