top of page
  • Foto do escritorBrasil Cotidiano

O que você deve saber sobre o seu dinheiro ao completar a maioridade?

Especialista em finanças pessoais dá dicas para jovens começarem a administrar o próprio dinheiro


Crédito da foto: Assessoria de imprensa

São Paulo, setembro de 2023 - Quando uma pessoa é menor de idade e já ganha dinheiro, é normal que os lucros recebidos sejam administrados pelos pais ou responsáveis. No entanto, é importante que essa criança seja ensinada sobre planejamento financeiro e estimulada a se interessar pelo assunto, para que ela possa assumir e ter responsabilidade por suas finanças ao atingir a maioridade.


Recentemente, o caso da atriz e cantora Larissa Manoela tem gerado repercussão. É possível deduzir que, por confiar nos pais e não imaginar que enfrentaria esta situação, a artista tenha se sentido confortável em deixar a administração do dinheiro sob a supervisão dos seus responsáveis, não tendo vontade de possuir o controle de tudo quando cresceu. Porém, o dilema que ela vive no momento reforça a importância de obter conhecimento sobre a administração do próprio dinheiro.


Neste contexto, o especialista em finanças pessoais, João Victorino, explica que ao atingir a maioridade, é essencial que a pessoa comece a assumir de forma gradual a responsabilidade pela administração de suas finanças pessoais, independentemente de ser famosa ou não, para que também seja viável começar a navegar sobre esse assunto sem precisar de tutela de outras pessoas.


Por outro lado, João esclarece que não se deve generalizar a situação e que cada família tem um cenário diferente. “Existem vários casos de pais que são contratados pelos filhos para continuar cuidando de suas finanças, o que também pode funcionar. Porém, nesse caso, deve ser um contrato comum, com regras, direitos e deveres. Entendemos que muitas famílias acabam por misturar os assuntos emocionais que fazem parte de nossas vidas com os temas relativos a finanças. Isso é muito ruim e deve ser evitado a todo o custo. Mas infelizmente acontece muitas vezes, contaminando a boa gestão que deve ser feita com o dinheiro e ainda vai criando mágoas dentro da casa.”, afirma.


Segundo o especialista, essa transição para administrar as próprias finanças requer tempo, educação e paciência. Para ele, é fundamental que ao completar 18 anos, os jovens comecem, ainda que devagar, a adquirir conhecimento ao longo do tempo e possam tomar decisões bem informadas e acertadas para construírem uma base sólida para o futuro financeiro.


Por essa razão, João Victorino separou indicações para orientar pessoas que completaram a maioridade a lidarem com seus respectivos dinheiros:


- Educação financeira contínua: continue aprendendo sobre educação financeira. Leia livros, faça cursos confiáveis online, participe de workshops que aprofundem seus conhecimentos sobre investimentos, impostos, poupança, crédito e outros aspectos financeiros.


- Avalie sua situação financeira atual: faça uma análise honesta de sua situação financeira. Isso inclui compreender seus ativos, passivos, renda e despesas.


- Crie um orçamento pessoal: estabeleça um orçamento detalhado que inclua todas as suas despesas, desde as básicas até as eventuais. Isso ajudará você a entender para onde seu dinheiro está indo e a controlar seus gastos.


- Abra contas bancárias próprias: caso ainda não tenha, abra contas bancárias próprias, como uma conta corrente para lidar com transações diárias e uma conta poupança para economias de curto prazo.


- Estabeleça metas financeiras: defina metas financeiras de curto, médio e longo prazo. Isso pode incluir economizar para emergência, viagem ou até mesmo investir para a aposentadoria.


- Crie um plano de poupança e investimento: comece a poupar regularmente e considere investir seu dinheiro para que ele possa crescer ao longo do tempo. Isso pode envolver a criação de uma carteira diversificada de investimentos, como ações, títulos ou fundos.


- Conheça seus direitos e responsabilidades: ao atingir a maioridade você ganha mais autonomia legal sobre os seus assuntos financeiros. Familiarize-se com os direitos e também com as responsabilidades como adulto.



Sobre João Victorino


João Victorino é administrador de empresas e especialista em finanças pessoais, formado em Administração de Empresas, tem MBA pela FIA-USP e Especialização em Marketing pela São Paulo Business School. Após vivenciar os percalços e a frustração de falir e se endividar, a experiência lhe trouxe aprendizados fundamentais em lidar com o dinheiro.


Hoje, com uma carreira bem-sucedida, João busca contribuir para que pessoas melhorem suas finanças e prosperem em seus projetos ou carreiras. Para isso, idealizou e lidera o canal A Hora do Dinheiro com conteúdo gratuito e uma linguagem simples, objetiva e inclusiva.



Por assessoria de imprensa

bottom of page