top of page
  • Foto do escritorBrasil Cotidiano

Recorde de temperaturas altas no país demanda cuidados especiais para a população idosa

Atenção com a saúde dos idosos precisa ser redobrada neste período


Crédito da foto: Assessoria de imprensa

Com a iminência de um verão que promete bater recordes de calor na maior parte do país, juntamente com a previsão de chuvas no Sul, os cuidados com a hidratação e alimentação dos idosos precisam ser redobrados. O cenário climático desse verão é influenciado pelo fenômeno El Niño, cujos efeitos tendem a se acentuar devido ao aumento das temperaturas nos oceanos e às mudanças na circulação dos ventos. É importante ressaltar que este El Niño é considerado um dos mais fortes já registrados, tornando as precauções ainda mais necessárias.


A combinação do recorde de calor nos oceanos, observado em agosto, com a provável continuidade do fenômeno até março de 2024, indica que o Brasil poderá enfrentar máximas de temperatura inéditas. Além disso, há a possibilidade de que o território nacional e o restante da América do Sul registrem temperaturas acima das médias históricas durante o verão, especialmente nas regiões que se estendem de São Paulo ao Norte do país. Portanto, é vital que sejam tomadas medidas para proteger a saúde dos idosos, que são bastante vulneráveis a essas condições climáticas extremas.


A Acuidar, maior franquia de cuidadores especializados do país, possui profissionais treinados para prestar o auxílio adequado às condições submetidas pelos efeitos climáticos. Para proteger a saúde dos idosos durante este verão potencialmente escaldante, é importante, por exemplo, a manutenção de uma hidratação adequada. Por serem mais suscetíveis ao calor e à desidratação, as pessoas de mais idade devem ser incentivadas a beber água regularmente. Um outro ponto importante é sobre a alimentação, que deve ser balanceada e rica em alimentos que ajudem a manter o equilíbrio eletrolítico, como frutas e vegetais frescos.


Além desses cuidados, é importante também evitar exposição excessiva ao sol e buscar locais com ventilação para se refrescar. As roupas dos idosos devem ser compostas por peças leves e confortáveis, para que não haja superaquecimento, como sudorese excessiva, respiração acelerada e irritabilidade. Também é importante organizar atividades e tarefas mais exigentes fisicamente para as horas mais frescas do dia, evitando esforços excessivos nas horas de maior calor. Uma boa ventilação nos ambientes e banhos mais frequentes e refrescantes contribuem para aliviar o desconforto causado pelo calor.


Cuidados como esses, propostos pela Acuidar, devem fazer parte da rotina de quem vive com pessoas de mais idade, uma vez que elas são mais vulneráveis ao calor. A atenção no período deve ser redobrada, como forma de precaução contra problemas mais graves.



Sobre a Acuidar:


Fundada em 2016 pelo médico Vitor Hugo de Oliveira e pela fisioterapeuta Jéssica Soares Ramalho, a rede oferece serviços no domicílio do cliente ou durante acompanhamento hospitalar, com opções de diárias avulsas e planos mensais. A marca entrou para o mercado do franchising em 2020, contando hoje com mais de 120 unidades inauguradas. O investimento inicial total é de R$ 44 mil (já com a taxa de franquia) o faturamento médio mensal é de R$ 60 mil e o prazo de retorno é de 6 a 15 meses. Saiba mais em: https://www.acuidarbr.com.br/



Por assessoria de imprensa


bottom of page