top of page
  • Foto do escritorBrasil Cotidiano

Região Sul começa 2024 com a construção civil aquecida

Segmento Minha Casa Minha Vida (MCMV) está entre os que mais deve gerar postos de trabalho no próximo ano




O setor da construção civil vai começar 2024 bastante aquecido na Região Sul, confirmando as projeções a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), que prevê um aumento no número de obras e construções já no primeiro semestre do ano. No segmento Minha Casa Minha Vida (MCMV), somente a Lyx Participações e Empreendimentos vai lançar 5,5 mil unidades residenciais no Sul: 3 mil Paraná e 2,5 mil no Rio Grande do Sul, além de 2 mil que já estão em construção desde meados de 2023 na Grande Porto Alegre.

 

De acordo com a Cbic, para 2024 é esperado um crescimento de 1,3% no setor da construção civil. A entidade fez a projeção usando como referência os dados do PIB trimestral. Entre os fatores que devem favorecer esse cenário estão a continuidade do processo de queda de juros, o avanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), além do avanço esperado no mercado econômico a partir do novo ciclo do programa MCMV.

 

O vice-presidente comercial da Lyx, Paulo Antonio Kucher, explica que a tendência de diminuição da Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) reflete diretamente no juro dos valores de imóveis financiados. “A redução nessas taxas é um dos principais indicativos de aquecimento do mercado imobiliário no país”, afirma.

 

No mês de dezembro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu a Selic para 11,75%. Em janeiro de 2023, a Selic era de 13,75%. “Há um ano estávamos com uma das taxas mais elevadas da última década. Agora, com a revisão da taxa básica de juros da economia para baixo, muitas pessoas que estavam querendo investir na casa própria devem voltar a fazer planos. São dados econômicos que impactam diretamente no bolso do consumidor”, analisa o vice-presidente, referindo-se ao principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação.

 

Kucher diz que a procura por imóveis do Minha Casa Minha Vida vinha crescendo desde setembro de 2023, quando ocorreu a primeira redução significativa da Selic. “Existia um mercado retraído, com milhares de pessoas gastando com aluguel, mas com medo de sonhar com a casa própria por causa dos juros altos”, comenta.

 

EMPREGOS

 

Segundo ele, além de estimular o mercado, o novo cenário econômico impulsiona inclusive a geração de empregos. No Paraná, onde a Lyx conta com seis obras em andamento na Região Metropolitana de Curitiba e ainda tem a previsão de lançamento de outros quatro empreendimentos em 2024, devem ser abertos 5 mil postos de trabalho, entre empregos diretos e indiretos. No Rio Grande do Sul são cinco obras em andamento e a previsão de outros cinco lançamentos nos próximos 12 meses, com a criação de pelo menos 4 mil novas oportunidades de trabalho na área da construção civil.

 

SOBRE A LYX PARTICIPAÇÕES E EMPREENDIMENTOS

 

A Lyx Participações e Empreendimentos se destaca como uma empresa consolidada no segmento da construção residencial. É uma das principais incorporadoras do programa Minha Casa Minha Vida no Estado do Paraná e está lançando os primeiros empreendimentos no Rio Grande do Sul.

 

No Paraná, a construtora conta com mais de 20 residenciais prontos e outros seis em construção em cidades como Curitiba, Araucária, Almirante Tamandaré, Colombo e Campo Largo. No Rio Grande do Sul, cinco empreendimentos já foram lançados na Grande Porto Alegre. 

 

Inovação e tecnologia, além das vantagens que um condomínio clube oferece aos moradores, estão entre os atrativos dos empreendimentos da Lyx. Tudo isso associado à possibilidade de financiamento por intermédio de um programa social acessível.

 

Para assegurar a qualidade e a excelência dos empreendimentos, a Lyx Participações e Empreendimentos possui certificação ISO 9001:2015 e certificação nível A no PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat).  




Por assessoria de imprensa

Comments


bottom of page