top of page
  • Foto do escritorBrasil Cotidiano

Sesc Pompeia recebe a exposição Recorte de Martinho Patrício no projeto Ofício: Fio

O artista utiliza tecidos para tramar o imaginário popular, contrapondo texturas de materiais rústicos ligados às tradições do Nordeste a formas construtivas


Abertura: 12 de setembro – até 10 dezembro de 2023


Crédito da foto: Assessoria de imprensa


Ampliar as possibilidades do fazer artístico como um campo para práticas experimentais é uma das chaves do trabalho que vem sendo promovido pelas Oficinas de Criatividade do Sesc Pompeia. Desta vez, na segunda exposição de 2023, o projeto “Ofício:” no módulo “Ofício: Fio” convida Martinho Patrício, artista paraibano que trabalha, majoritariamente, com tecido. São cerca de 40 obras tridimensionais de diversas escalas, bem como criações pensadas especialmente para o espaço do galpão das oficinas.


Constituído de uma estética própria, o trabalho de Martinho é reconhecido por aludir a conceitos ligados ao tempo, ao sagrado e ao profano, à memória, ressignificação dos objetos de culto e dos ritos. Com uma relação direta com o lugar onde vive, na exposição é possível conferir como o artista articula costumes, crenças e valores a partir do seu universo de origem, remetendo a uma cosmologia ancestral.


O conjunto de trabalhos expostos evidencia como a utilização do tecido se ancora em referências fortes do cotidiano do artista, desde cedo cercado por um repertório variado de formas litúrgicas e lúdicas feitas de engenho e pano. Martinho aproxima formas construtivas e o diálogo com outros (as) artistas de arte contemporânea ao seu arsenal de conhecimento da cultura local. Assim, o procedimento proposto pelo artista conjuga seu interesse pela forma, alcançada por meio de tecidos, fitas, fuxicos, rendas e suas cerziduras, à espontaneidade de tradições do Nordeste. São obras que exibem a conexão da cultura popular com a arte contemporânea brasileira.


Sobre o artista


Martinho Patrício Leite (João Pessoa, 1964), graduado em Educação Artística pela Universidade Federal da Paraíba, tem obras nos acervos do Museu de Arte Moderna – MAM, Salvador, e do Museu de Arte Contemporânea – MAC, Goiânia. Em 2006, participa da 27ª Bienal de São Paulo: Como Viver Junto, apresentando uma série de pequenos trabalhos feitos em gorgorão e renda, e a instalação Brincar com Lygia (2005). Em 2007, integra a exposição Futuro do Presente, no Instituto Itaú Cultural, com a instalação Brincar com Volpi (2007). Nesse mesmo ano, participa do 30º Panorama da Arte Brasileira: Contraditório, no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), com uma série 20 de desenhos chamados Expansão, que hoje compõe o acervo do museu. Em 2009, integra o Programa Radiovisual, na 7ª Bienal do Mercosul: Grito e Escuta, Porto Alegre, produzindo o áudio, intitulado Tapioca (2009). Outras obras do artista fazem parte do acervo do Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC-PR), Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães, Núcleo de Arte Contemporânea da Universidade Federal da Paraíba e Pinacoteca da Universidade Federal da Paraíba. Atualmente, Martinho vive e trabalha em João Pessoa.


Sesc Pompeia – Projeto Ofício:


O projeto “Ofício:” nasce em 2019 com a realização das exposições “Floresta D´Água” de Afonso Tostes e “Drama O´Rama” de Ana Mazzei, quando foi experienciada a marcenaria na edição Farpa. Com o advento da pandemia de Covid- 19 em 2021, o projeto tomou os espaços virtuais em Ofício: Web, com as mostras “Combater ficção com ficção” de NewMemeseum, “Resiste!” de Roberta Carvalho e “#o.lhar” de Raquel Kogan. Em 2022, retornando aos corredores das Oficinas de Criatividade, foram realizadas as exposições “A Vida das Coisas” de Ana Prata e “Propostas de Reencantamento” de Marcela Cantuária, ao pensar o ofício da pintura em Mancha. No interesse em dar continuidade ao projeto Ofício, que toma os espaços de passagem das Oficinas de Criatividade com mostras que dialogam com as linguagens estabelecidas nos ateliês de criação artística e desenvolvimento educativo, optou- se partir para a linguagem da arte têxtil como vetor discursivo para este ano de 2023.


O módulo “Ofício: Fio” pretende apresentar e problematizar junto ao público do Sesc Pompeia os elementos fundamentais e os caminhos das linguagens têxteis exploradas em temas comuns nas práticas do fazer artístico de Lídia Lisbôa e Martinho Patrício. O objetivo desta edição é apresentar artistas contemporâneos que fazem uso de fibras e tecidos em sua construção para a produção dos trabalhos artísticos, na pretensão do esgarçamento das relações entre a produção dita tradicional e o momento em que ela se encontra com o fazer contemporâneo, sendo um suporte artístico pouco estudado pela história da arte, mas que tem obtido certa visibilidade e abrangência nas atualidades.


Serviço:


Exposição:

Ofício: Fio: Martinho Patrício: Recorte


Abertura: 12 de setembro


Visitação: 10 até dezembro de 2023


Terça a sexta, das 10h às 21h

Sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h

Local: Oficinas de Criatividade

Grátis. Livre


Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93 - Pompeia - São Paulo/SP

Não possui estacionamento.

Para informações sobre outras programações, acesse o portal: sescsp.org.br/pompeia


Nos acompanhe!


youtube.com.br /sescpompeia




Por assessoria de imprensa

Comments


bottom of page